01/12/2020 09:00

HIV

Nos últimos 40 anos foram atribuídas ao HIV aproximadamente 35 milhões de mortes pelo mundo.
Neste período, avanços científicos, como o desenvolvimento de medicamentos antirretrovirais e seu manejo, estratégias de prevenção de doenças oportunistas, e conhecimento sobre profilaxias, têm mudado o curso da doença, permitindo uma vida longa e saudável ao paciente que vive com o HIV.
Apesar disso, a infecção continua sendo um grande problema de saúde pública mundial, sendo considerada prioritária nas políticas da OMS.
Quais as diferenças entre os testes moleculares e imunoenzimáticos para o diagnóstico de HIV?
O que fala o novo PCDT sobre o tratamento do HIV? Quais são as drogas atualmente recomendadas?
Como orientar a PEP (profilaxia pós exposição)?
Como orientar a PREP (profilaxia pré exposição)?

Material Complementar:
Disponibilizado recursos médicos para diagnóstico, prevenção e tratamento de HIV.

Curadoria da Informação:
Dra Elisa Teixeira Mendes (CRM-SP 130824)
 Doutora em Infectologia pela Faculdade de Medicina da USP. Residência em Infectologia na Universidade de São Paulo (FMUSP).Graduada em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (Puc-Campinas). Docente da Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.
 


Atualizado em 23/07/2020

Conteúdo completo desse tema está disponível apenas para usuários cadastrados*:
* Acesso imediato!
HIV,AIDS,PREP,PEP,PCDT,infectologia

Recursos do médico

Orientações ao paciente

  • Conteúdo restrito
Compartilhe: